EXEMPLO DE SUPERAÇÃO

A história de vida do Ljubomir Moravac, de apenas 21 anos de idade, é um dos melhores exemplos de como o futebol pode ajudar alguém a reerguer a sua vida após situações difíceis e, tantas vezes, traumáticas.

O jovem sérvio era uma das maiores promessas futebolísticas do NK Maribor, para onde rumou aos dezesseis anos, então contratado pelo clube esloveno para a função de guarda-redes.

Moravac chegou a jogar na UEFA Youth League, na época de 2014/15.

Mas no dia 2 de Agosto de 2016 a sua vida mudaria para sempre.

O jovem atleta teve um grave acidente rodoviário quando regressava de mais um treino. Nesse dia, perderam a vida dois colegas de equipa. Ljubomir ficou gravemente ferido, tendo sido amputado a parte do seu braço esquerdo.

Como parte integrante da sua recuperação física e sobretudo emocional, decidiu ficar ligado ao futebol por uma das vias possíveis: a da arbitragem.

Hoje confessa que houve momentos em que pensou em desistir mas teve a felicidade de redescobrir o futebol, agora que este voltou a ser parte importante da sua vida e do seu quotidiano.

A UEFA pegou na sua história e usa-a hoje como uma das bandeiras da igualdade no desporto.

De facto, a prática da atividade desportiva – seja ela qual for – não pode nem deve ser balizada por diferenças físicas, por etnias distintas, raças, cores ou credos. Não pode nem deve ser balizada, sobretudo, pelo infortúnio, porque na verdade há sempre lugar para quem quer ser parte integrante do desporto.

Todos, todos sem exceção, têm lugar aqui.

Se conheces alguém que precisa dessa motivação, lembra-a disso.

#equalGame

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X