E QUANDO ACONTECE O IMPOSSÍVEL?

Embora se pense que não, o futebol é fértil em momentos raros, que nunca ninguém viu ou equacionou como possível.

Mas os árbitros têm que estar sempre preparados. Porque cada um desses momentos pode, de facto, acontecer e é fundamental ter solução, uma resposta da lei.

Olhemos para a seguinte imagem:

Neste caso, o defesa (de verde) está pendurado no poste para ganhar uma vantagem ilegal na defesa da sua baliza.

O seu ato, em si, é considerado antidesportivo e punido com a advertência (cartão amarelo) e pontapé livre indireto (a sancionar não ali, sobre a linha de baliza, mas sobre a linha da área de baliza, paralela à linha de baliza, no local mais próximo onde a bola estava no momento da interrupção).

Mas se esse defensor jogasse a bola com as mãos, evitando um golo, estaria então a cometer duas faltas em simultâneo: a que falámos no ponto anterior e outra mais grave tecnicamente (jogar com a mão), punida com pontapé de penálti e consequente expulsão. Seria esta que deveria ser assinalada.

Moral da história: o crime não compensa.

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X