O QUE DEVE REVER O VIDEOÁRBITRO?

O VAR.

Como todos sabemos, o protocolo para intervenção do VAR prevê que ele ocorra apenas em situações em que o erro do árbitro é claro e evidente e nos seguintes momentos de jogo:

  • Os que conduzem a golos;
  • Os que conduzem a pontapés de penálti;
  • Os que conduzem a troca de identidade para efeitos de punição disciplinar;
  • Os que conduzem a expulsões (vermelho direto);

Quase todos esses momentos obrigam que, para avaliar a sua legalidade, o VAR reveja a jogada até ao momento em que a equipa iniciou a construção da fase atacante que conduziu ao lance.

 

As únicas exceções a esta regra são:

  • Cartões vermelhos exibidos por conduta violenta (agressões);
  • Cartões vermelhos exibidos por falta grosseira (uso de força excessiva ao disputar a bola com um adversário).

Nestes dois casos – e só nestes – não é necessário que o VAR recue a imagem até ao início da jogada, porque a ação em si é tão grave que o infrator/culpado terá sempre que ser expulso (mesmo que esta ação tenha resultado de um erro anterior do árbitro).

 

Percebido? Resumindo:

⁃ Penáltis, golos, troca de identidade disciplinar ou expulsões por anulação de clara oportunidade de golo: o VAR tem que rever a jogada, até ao início do movimento atacante;

⁃ Vermelhos diretos por conduta violenta/falta grosseira: VAR incide a imagem apenas no lance em si (o início da jogada é irrelevante).

Fica o esclarecimento.

  • Jorge

    Golos por marcar ou penaltis por marcar não entram na alçada do VAR?

  • Abílio Gomes

    O var nos jogos do benfica com a BTV é com manipulação de imagens ?

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X