PONTAPÉS DE PENÁLTI

É assunto recorrente mas deixa sempre algumas dúvidas. Há um sem fim de infrações que podem acontecer aquando da marcação de um pontapé de penálti.

Podem ser cometidas pelo executante ou pelos seus colegas, pelo guarda redes ou restantes defensores… ou até mesmo por ambas as equipas em simultâneo.

A lei, naturalmente, prevê várias soluções.

Não é fácil percebermos todas (sobretudo quando se está no terreno de jogo e tem que se tomar a melhor decisão num único segundo), mas o quadro abaixo ajuda a esclarecer.

O princípio é aguardar pelo resultado do pontapé (golo ou não golo) e nunca beneficiar o infrator quando a falta é óbvia aos olhos de todos.

Vejam os exemplos abaixo e guardem esta imagem. Pode dar jeito para o próximo jogo que assistam.

NOTA – Aqui, o bom senso do árbitro é fundamental. O pontapé de penálti é um lance que leva a um stress elevado de quem marca e de quem defende. É uma situação de jogo que pode ter influência no resultado de um jogo, numa promoção ou despromoção. Há impulsos momentâneos de correr para a bola, de jogar, de defender os objetivos desportivos. Um árbitro tem que saber gerir isso. Por isso, a sanção técnica só deve ocorrer quando a infração seja clara e evidente.

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X