OS LANCES DE PORTIMÃO

Primeiro golo do Portimonense.

A bola tocou num defesa do Vitória e o árbitro assistente interpretou como sendo suficiente para colocar em jogo o avançado Pires, que nesse momento estava em posição de fora de jogo.

Opinião: O lance é irregular.

Para que o golo fosse legal, o toque de Podstawski tinha que ser ostensivo, deliberado.
Tinha que ter jogado a bola intencionalmente.
Parece-me que o toque subtil (que existiu) foi apenas reflexo, instintivo mas nao deliberado.

Assim sendo, devia ter sido considerado o momento do passe do Rúben Fernandes para Pires e, por isso, punida a sua posição irregular.

 

Segundo amarelo e consequente expulsão para Pedro Sá, do Portimonense.

Opinião: Boa decisão. O defesa algarvio fez obstrução, com contacto, à progressão de Gonçalo Paciência.
A jogada era de ataque prometedor, pelo que se justificava a advertência.

Como foi a segunda, a consequente expulsão foi bem avaliada.

 

Após cruzamento de Arnold, Edinho caíu no interior da área algarvia e Gonçalo Martins assinalou pontapé de penálti.

Opinião: De acordo com as imagens que dispomos, entendemos que lance foi mal ajuizado.

Edinho parece ter-se projetado para o solo sem que houvesse qualquer empurrão ou qualquer outra carga ilegal do defesa algarvio.

Penálti mal assinalado.

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X