OS LANCES DO POR/SUI

Análise à arbitragem de Cuneyt Cakir.

Apesar de não ter influenciado na vitória, merecida e justíssima de Portugal, Cakir não esteve bem.
Cometeu alguns erros técnicos e disciplinares, que não são habituais num juíz da sua categoria, estatuto e enorme experiência.

O jogo teve muitos lances passíveis de análise, alguns mais claros, outros de leitura bem difícil, mesmo após vistas e revistas as imagens.

Fica a opinião:

20′ André Silva caíu na área suíça, embrulhado com Lichtsteiner. O lance ocorreu numa zona onde a bola não estava a ser disputada, mas ficámos com a ideia que a luta braços foi simultânea e cometida por ambos.

 

24′ Amarelo por exibir a André Silva. O avançado português teve entrada muito dura e negligente sobre Djorou.

 

32′ Eliseu cortou a bola com o pé esquerdo e desequilibrou-se de seguida. Ao cair, acabou por tocar com a mesma perna na de Seferovic. Lance fortuito, inevitável naquela jogada.

 

37′ Rodriguez, no chão, fez movimento deliberado com o braço direito, acabando por tocar na bola. O jogador suíço estava a olhar para o esférico quando esticou o braço. Penálti por assinalar a favor de Portugal (e que jeito daria um VAR a Cakir, neste lance).

 

41′ João Mário chocou com o GR suíço após este, rente ao solo, desviar cruzamento de Eliseu. A legalidade dessa ação levantou algumas dúvidas, mas parece ter havido também jogo perigoso passivo do GR (atirou-se ao solo onde estão sempre pernas dos jogadores). O árbitro turco merece o benefício da dúvida.

 

52′ Lichsteiner acertou, primeiro com o joelho na cara e depois com o pé na mão de André Silva. A imagem deixou dúvidas sobre a eventual inocência (ou não) desse toque. Se Cakir tivesse entendido haver intenção, a única opção seria o cartão vermelho.

 

58′ André Silva estava em posição legal no momento do passe de Moutinho, que resultou no segundo golo português.

 

78′ Mao casual de Djorou após corte em carrinho a cruzamento na queima de Joao Mário: o defesa suiço tentou a interceção em voo, a bola ressaltou primeiro na sua perna esquerda e subiu depois para o braço esquerdo do defesa suíço. Bola inesperada, braço em posição normal para aquele movimento defensivo.

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X