LANCE INCRÍVEL

Liga dos Campeões, jogo entre Man United e CSKA.

Lance com duas decisões seguidas (ambas de eventual fora de jogo).

No primeiro momento, a situação foi bem avaliada (o jogador que cruzou não estava em posição irregular).

No segundo (lance do golo em si), tudo certo também.

No momento do remate à baliza, o avançado que tocou na bola (com as costas) só tinha o guarda redes à frente, mas Daley Blind (defesa do MU) estava fora do terreno de jogo (tinha saído por ação dessa jogada).

Nesse caso, a lei considera que o defesa está “sobre a sua linha de baliza”, validando assim a legalidade da posição do marcador do golo.

Excelente colaboração do árbitro assistente, em momento determinante do jogo.

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X