A ARBITRAGEM – D.Aves / Sporting

 

O Tiago dirigiu um jogo sem lances discutíveis.

Teve critério disciplinar largo, evitando recorrer ao cartão em algumas situações que as imagens sugeriram ser merecedoras de amarelo (faltas de Rodrigo e Washington, do D. Aves e rasteira de William, do Sporting).

Em nenhum momento houve intervenção ativa do VA, embora possa ter havido comunicação entre ambos durante a partida.

Nota para dois momentos bem avaliados: a obstrução de Rodrigo sobre Bruno Fernandes existiu e ocorreu ainda fora da área do Aves.

E Mathieu, em carrinho rente ao solo, desviou para canto cruzamento atrasado de Falconi, sem fazer qualquer falta: a bola tocou apenas no corpo e não no braço do central do Sporting.

Escreva a(s) palavra(s) que pretende pesquisar e pressione "enter"

X